De olho no seu papel

2017_alimentacao_saudavel_5

“Os pais exercem o papel fundamental, pois as crianças comem o que é oferecido das mãos deles”. O processo tem que ser calmo e prazeroso a fim de não criar traumas na infância, e encaminhar a um sentimento de repulsa que permanecerá por um bom tempo. “Após um ano e meio é importante que não se substituam as refeições. Por exemplo: o pequeno se recusa a comer, então o adulto oferece o leite ou outro alimento, Isso não é correto!

Talita Barbieri – Nutricionista

Compartilhar

Top